Valores

Conecte-se com seu filho. Não sozinhos sim juntos


'Conecte-se com seu filho' é um projeto de Guiainfantil.com que propõe o uso responsável e seguro das novas tecnologias, de forma a evitar riscos e perigos para as crianças e toda a família. O que fazer para que o uso da Internet e os diversos dispositivos eletrônicos como computadores, tablets, ipads, celulares ... não prejudiquem a comunicação entre pais e filhos, e toda a família?

Para estar conectado com seus filhos você tem que conhecê-los, aceitá-los e entendê-los. É neste trabalho de aceitação do outro que assentam as bases do respeito, do compromisso e da confiança entre pais e filhos. Depois de estabelecer esses laços, sua conexão será para sempre, embora deva sempre ser estimulada, nutrida e praticada.

Como podemos aumentar nossa conexão com as crianças? Guiainfantil.com reuniu algumas dicas úteis para ajudar os pais nesta importante tarefa de manutenção 'cordão umbilical' com seus filhos:

  1. Ouça e comunique-se com as crianças. A comunicação é um dos elos mais importantes no relacionamento pai-filho. Ao ouvir seus filhos, os pais poderão entender melhor suas necessidades, preocupações, sonhos, etc.
  2. Tire um tempo para ficarem juntos. Mesmo que sejam apenas 5 minutos, é necessário que os pais reservem um tempo do dia para ficar apenas com os filhos, seja para contar uma história, para brincar, para contar piadas ou simplesmente para bater um papo.
  3. Compartilhe amor e afeto. Não há nada mais rico para os filhos do que o contato físico com os pais. Um abraço, um beijo ... muitas vezes dizem muito mais do que palavras.
  4. Brinque com as crianças. Isso não significa enchê-los de brinquedos. Brincar é muito mais divertido para as crianças do que ganhar brinquedos. Portanto, mais brincadeiras e menos brinquedos. Desfrutar de atividades de lazer com as crianças é um grande presente para elas.
  5. Cantar e dançar. Não só divertem pais e filhos, mas também os fazem rir e desfrutar de uma atividade que nos enche de alegria.
  6. Preparando comida. O encontro de pais e filhos na cozinha, favorece a conexão. As crianças aprenderão a conhecer os alimentos, a reunir ingredientes e a ter a satisfação de cozinhar com os pais a partir de uma boa refeição.
  7. Passeie e viaje. Natureza, conhecimento e experiências são ingredientes perfeitos para pais e filhos compartilharem momentos únicos e irrepetíveis. Uma pequena excursão pode ser um cenário perfeito para que haja mais conexão entre os dois.
  8. Aprenda e ensine. Ninguém sabe fazer tudo. O que você acha de compartilhar conhecimentos e experiências? Pais e filhos podem se reunir para aprender juntos. Pais que aprendem a andar de skate com seus filhos e filhos que aprendem a andar de bicicleta com seus pais. A mudança no ensino é muito motivadora para nós dois.
  9. Leia e conte. Ler, histórias, histórias, sempre nos trazem algo a aprender. Leia uma história por dia para seus filhos e, então, eles poderão compartilhar suas opiniões e também o que aprenderam.
  10. Navegue na Internet juntos. As novas tecnologias são um recurso que, usado com segurança e responsabilidade, pode ajudar muito na educação dos filhos e no relacionamento com os pais. É uma ferramenta com a qual vocês dois podem aprender muito.

O mundo fora de casa não é o mesmo que as crianças vivem com seus pais, irmãos e família. Se você quer que seu filho saiba navegar na Internet, comunicando-se com quem ele não vê, é necessário que ele saiba interagir com outras pessoas. Damos algumas dicas:

- Ensine ao seu filho que somos todos diferentes, fisicamente, intelectualmente e mentalmente. Que eles não deveriam apenas tolerar como aproveitar as diferenças. O respeito pelos outros é uma regra que protege não apenas os outros, mas também a si mesmo. É preciso quebrar fronteiras, conhecer línguas, culturas e diferentes pontos de vista.

- Ensine seu filho a praticar a empatia, ou se colocar no lugar do outro. Não julgar e sim saber melhor. Isso requer que eles falem com os outros, os ouçam e compreendam suas emoções. Ensine-lhe também que todos temos pontos fortes e fracos e que você deve se cercar de pessoas boas com boas intenções.

- Ensine seu filho a buscar ser um exemplo para os outros. Devem ser alimentados pelo calor humano e saber transmitir atitudes positivas. Com o tempo, ele aprenderá que a força reside em si mesmo.

Sem dúvida, o melhor controle dos pais sobre a navegação dos filhos na Internet é estar junto com eles. Nem sempre isso é possível, pois à medida que os filhos vão crescendo vão exigindo mais autonomia e mais intimidade com os seus interesses. No entanto, é importante que os pais ensinem aos filhos algumas práticas para que possam navegar na Internet com mais segurança. Damos algumas dicas:

1. Sempre ensine e lembre seus filhos de manter hábitos de navegação seguros. Para fazer isso, você precisa usar o controle dos pais. Assim, as crianças saberão qual conteúdo não é adequado para elas e por quê.

2. Ensine a seus filhos todos os perigos que eles podem encontrar na Internet. Explique o que são ameaças de cyberbullying, sexting e outras ameaças.

3. Incutir em seu filho a necessidade de compartilhar preocupações sobre algo que ele não gostou de ver na Internet, criando um clima de confiança entre vocês. Desta forma, o seu filho irá pedir-lhe ajuda quando precisar ou se sentir ameaçado ou em perigo.

4. Chame a atenção de seus filhos para a privacidade deles. Que nunca deixem suas sessões abertas em computadores públicos, e que não permitam o acesso a pessoas que realmente não conhecem, em suas redes sociais. Além disso, eles nunca compartilham suas senhas com ninguém. Ajude-os a ter senhas fortes.

5. Converse com seu filho sobre bullying na Internet ou cyberbullying. Fale sobre a necessidade de relatar se você detectar um caso.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Conecte-se com seu filho. Não sozinhos sim juntos, na categoria Novas Tecnologias no site.


Vídeo: 5 passos para tirar a criança da CAMA DOS PAIS (Agosto 2021).