Valores

Papel dos pais e médicos na enurese infantil


O comportamento dos pais, bem como a posição dos médicos em relação à enurese infantil, é de fundamental importância para a segurança e a confiança da criança com enurese. Sem esse apoio e confiança, será muito difícil para você superar esse problema. Os pais, por um lado, devem se munir de paciência e compreensão. Os médicos, por outro lado, devem transmitir segurança às crianças. E os dois devem trabalhar lado a lado até que a criança seja capaz de controlar sua micção ou micção.

Urologista Juan Carlos Ruiz de la Roja, em entrevista exclusiva em nosso site, revela algumas dicas.

1-Quais consequências físicas e psicológicas podem decorrer de uma enurese infantil?

As consequências são tremendas e, acima de tudo, vêm do ponto de vista psicológico. Obviamente são crianças que se socializam muito pior porque normalmente não vão para os acampamentos, não vão para a casa dos amigos para dormir. Além disso, são crianças que dormem mal porque pensam que vão urinar, acordam de forma mais amena e isso faz com que o seu rendimento escolar seja muito inferior.

2-O menino ou menina deve ser punido por fazer xixi na cama?

Você nunca deve punir uma criança que urina na cama à noite, porque se estamos dizendo que 90 por cento das vezes é por uma causa física, e que a criança não é culpada de urinar, se a punirmos ainda por cima, Isso, infelizmente, supõe um duplo sofrimento, já que a criança não consegue se controlar, é uma causa física. Se o punimos, o que estamos causando é que a criança tem um distúrbio psicológico e no final acaba com medos e muitas vezes com problemas que podem repercutir na idade adulta, do ponto de vista psicológico.

3-Os pais devem recompensar seus filhos quando eles fazem progresso no tratamento da enurese?

Crianças com enurese nunca devem ser punidas, mas, por outro lado, devem ser recompensadas. Se nosso filho começa a avançar e podemos começar a tirar a fralda porque ele não urina, essas crianças devem ser recompensadas e receber um incentivo positivo. Na enurese, devemos sempre falar sobre estímulos positivos e nunca negativos, ou punições, ou reprimir a criança. Isso nunca deve ser feito.

4-O que você diria aos pais que têm vergonha de admitir que seus filhos fazem xixi na cama?

Muitos pais têm vergonha de admitir que seus filhos urinam na cama, mas se olharmos muitas vezes para trás essa vergonha acontece porque os próprios pais, os próprios avós, também sofreram o mesmo quando eram crianças. Geralmente é um assunto muito vergonhoso e geralmente vivido em família. Sabe-se que o problema vai desaparecendo com o tempo e que, por ser um tema familiar, muitas pessoas têm vergonha de admitir, pois em determinado momento até mesmo um adulto consegue tirar as cores porque é questionado se ele mesmo também urinou e evidentemente respondeu isso assim como seu filho, quando ele era criança.

Essa situação nos faz conviver com um assunto tabu que não se discute, o que pode fazer com que as crianças não procurem, infelizmente, o médico, pois como os próprios pais sofreram o problema e sabem disso com o passar dos anos e com o amadurecimento da bexiga , a enurese desaparece, o que muitas vezes os faz não consultar, têm vergonha de reconhecer o problema. Infelizmente, sabemos que menos de 20% das crianças com mais de cinco anos que fazem xixi na cama são examinadas por um especialista.

5- Você poderia ser mais específico quanto ao tratamento da enurese e à parte médica do problema?

Na enurese, a parte médica representa 90% dos casos. Você pode ver casos, por exemplo, em que foi descoberto que crianças diabéticas e que não sabiam disso têm problemas de enurese. Nessas situações, o diabetes deve ser tratado, por isso é muito importante fazer exames médicos para fazer o diagnóstico. Se o problema é que a criança tem superprodução de urina noturna, geralmente o tratamento é com um comprimido que é colocado embaixo da língua e que provoca uma redução na quantidade de urina noturna para evitar vazamento. Caso a criança tenha uma bexiga menor, também será necessário fazer alguns exercícios e até mesmo a possibilidade de algum tratamento médico dependendo do motivo pelo qual o crescimento da bexiga não é adequado naquela criança.

6- Que tipo de exames médicos são feitos em crianças com enurese?

Os exames médicos que fazemos nessas consultas são muito simples. Eles consistem basicamente em uma análise da urina, para ver se há algum problema nela que justifique a criança a fazer xixi na cama. Depois outro exame muito simples, um ultrassom, muito importante, não só para ver a capacidade daquela bexiga, mas também se aquela criança esvazia aquela bexiga ou se há alguma alteração ou malformação do aparelho urinário. É por isso que é essencial fazer alguns pequenos testes básicos para saber exatamente a causa de porque nosso filho urina.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Papel dos pais e médicos na enurese infantil, na categoria de Urina - Urinar no local.


Vídeo: CUIDADOS COM A SAUDE - AULA 05 -ENCOPRESE E ENURESE (Setembro 2021).