Valores

Mudanças no sistema digestivo durante a gravidez


O problemas digestivos na gravidez são, sem dúvida, os desconfortos mais frequentes que as grávidas questionam no seu centro médico.

A gravidez produz muitos sintomas digestivos, a grande maioria não é considerada um problema de saúde no início, embora alguns possam se tornar assim em certos graus.

A mudança no apetite nutricional da gestante é de conhecimento popular, e pode ser muito variável, tanto pelo seu aumento quanto pela diminuição. Da mesma forma, o surgimento do que é conhecido como 'cravings', um desejo intenso de comer um determinado alimento ou tipo de alimento e a rejeição de outros alimentos, entretanto.

- Nausea e vomito: Devido à mudança hormonal significativa que ocorre, as mulheres, entre outras, frequentemente relatam nausea e vomito, que ocorrem principalmente no 1º trimestre. Eles são produzidos pelo hormônio BHCG, o hormônio diagnóstico da gravidez. São tratáveis, mas nos casos mais intensos, em que as gestantes não toleram nenhum alimento, podem requerer internação hospitalar.

- Constipação: Hormônios eles também medeiam o relaxamento dos músculos lisos de todo o trato gastrointestinal. Por exemplo, na constipação eazia -queimadores- sofrido por algumas mulheres grávidas. Ambos os sintomas são influenciados também pela compressão do útero à medida que cresce no intestino ou no estômago, além da alteração dos hábitos alimentares.

- Hemorróidas: A compressão que o útero produz no intestino e nos plexos hemorroidais também favorece o aparecimento de hemorroidas.

- Problemas na boca: Também influencia o aumento da vascularização e hipertrofia das membranas mucosas: o aparecimento de de epúlide - tumores nas gengivas-.

Consulte a sua parteira sobre as medidas que pode tomar para aliviar estes desconfortos. Ela pode aconselhá-la sobre todos os aspectos da sua gravidez.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Mudanças no sistema digestivo durante a gravidez, na categoria Doenças - incômodo no local.


Vídeo: Mudanças maternas na gravidez (Setembro 2021).