Valores

Devemos defender as crianças de outras crianças?


Este tópico sobre defender ou não os filhos de outras crianças tem polêmica, mas do meu ponto de vista é muito fácil de entender e com este artigo quero que você entenda também. As crianças, quando são pequenas e desde que o mundo se tornou o mundo, bateram umas nas outras ou foram agredidas por brincar com o mesmo brinquedo ou simplesmente porque o consideraram uma forma de comunicação errada e mal aprendida.

Esse comportamento pode ser observado regularmente em escolas e creches e, infelizmente, também em institutos. Infelizmente, quando o comportamento negativo vai tão longe, é porque algo de errado foi feito no ambiente do menino ou da menina.

Se este comportamento agressivo não for corrigido desde cedo, as crianças pensarão que é uma forma correta de comunicação e continuarão a agir de maneira errada. É dever dos pais corrigir os comportamentos negativos à medida que ocorrem, bem como dos adultos em torno da criança no momento do ataque.

Se um adulto (seja quem for) desviar o olhar quando uma criança agredir outra, o pequeno estará recebendo uma mensagem muito errada: 'não importa que eu acerte outro igual, é permitido'. Essa mensagem é uma catástrofe tanto para o desenvolvimento social da criança agressora quanto para o sentimento de impotência e abandono que a vítima sente ao ser agredida, sabendo que um adulto, modelo de exemplo e proteção, tudo testemunhou e não o defendeu.

Se um adulto testemunhar que uma criança agride outra criança, sempre terá que intervir na disputa para atingir dois objetivos essenciais: que o agressor sinta que esse comportamento não é apropriado e que não é permitido nem aprovado por ninguém, e que o menor agredido sinta-se protegido e também aprenda que isso não deve ser feito e assim evite repetir esse mesmo erro no futuro com outras crianças.

Você pode imaginar que está andando na rua com outro adulto e quando você menos espera alguém começa a bater nele e os outros riem dele? Como você reagiria? Você permitiria? Estou certo de que não, e por esse motivo, também não se deve permitir que uma criança seja atacada por outra.

Os adultos somos nós e temos que ser o seu exemplo a seguir, o seu guia nestas circunstâncias e aqueles que os fazem ver a importância das boas atitudes, do respeito e da tolerância uns pelos outros ... Por isso teremos sempre que intervir. , nunca permita esse tipo de comportamento, a solução deve ser buscada com empatia, respeito pelos dois lados e sabendo resolver o conflito da melhor maneira possível, pois quando uma criança bate na outra,nunca é coisa de criança.


Maria jose roldan
Professor de Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)
Psicopedagogo

Você pode ler mais artigos semelhantes a Devemos defender as crianças de outras crianças?, na categoria Títulos no site.


Vídeo: Toda Criança Deveria Aprender Um Código Para Evitar Um Sequestro (Junho 2021).