Valores

Crianças hospitalizadas


Se por algum motivo você já esteve internado, com certeza sabe que é uma situação muito difícil, que quebra totalmente a rotina da vida. Imagine o que isso significa para as crianças. Se uma criança tiver que ficar no hospital por muito tempo, vai precisar de cuidado e carinho. As enfermeiras e toda a equipe médica procuram fazer tudo o que puderem para que as crianças se sintam à vontade. Eles tentam fazer com que isso seja o mais enfadonho possível e o mais próximo possível de sua vida diária. Mas ainda é uma tarefa muito complicada.

As crianças entendem a admissão hospitalar de maneiras muito diferentes. Tudo depende da sua idade, do seu caráter e do seu desenvolvimento psicomotor, quantos dias você terá que ficar no hospital, a doença que você sofre, se você sente dores, se seu físico mudou, e que tipo de empresa que você tem.

É importante, durante a hospitalização da criança, que receba todo o suporte necessário para que se recupere o mais rápido possível e volte à sua vida normal. Se você tem filhos nesta situação, ajude-os. Para isso, temos algumas dicas:

1- Converse com seu filho sobre a doença dele, esclarecendo suas dúvidas e medos. Isso eliminará qualquer preocupação sobre o que pode acontecer com você no hospital e o deixará mais à vontade. Se a criança se sentir segura, ela se adaptará melhor a qualquer situação.

2- Mesmo se você estiver em um hospital, não pare de brincar com seu filho. Por meio da brincadeira, as crianças podem expressar seus medos e medos. Incentive-o a fazer desenhos, aprender sobre suprimentos médicos (seringas, fitas adesivas, etc.) e, ao mesmo tempo, conversar com ele sobre sua recuperação.

3- Ajude seu filho a se curar, sempre participando de cuidados médicos. Você pode trocar um curativo, caminhar com ele pelo corredor do hospital por um tempo, ajudá-lo a fazer exercícios de reabilitação e tudo o que ele precisar.

4- Traga alguns livros ou revistas para seu filho. Leia histórias para ele e, em seguida, exercite sua interpretação do texto para que ele se distraia. Os jogos de tabuleiro também são muito bons para esquecer a rotina.

5- Se a equipe médica permitir, convide alguns amigos do seu filho para visitá-lo no hospital. A criança viverá momentos cativantes com seus amigos.

6- Se a permanência no hospital for longa, anime seu filho com um presente surpresa, principalmente nos dias em que você percebe que ele está mais desanimado.

7- É importante que a criança não se sinta sozinha ou isolada. A família é um fator importante na sua recuperação. Aumente a comunicação do seu filho com outros membros da família, por meio de visitas, cartas, telefone, etc.

8- Crie uma agenda diária de todas as atividades que seu filho terá que desenvolver no hospital. A criança seguirá as regras com mais facilidade e segurança. Exemplo: hora do café da manhã, análises, almoço, jogos, leitura, hora de dormir, etc.

9- Tenha muita paciência e tolerância com seu filho. Não se esqueça que ele está vivendo uma situação diferente, e com certeza isso afetará seu caráter, sua forma de se comportar. Apoie-o e mostre todo o amor que você tem por ele, nos momentos bons e ruins.

Fonte consultada

Cruz Vermelha. Infância hospitalizada. Site destinado a menores que passam longos períodos internados em hospitais. www.infanciahospitalizada.es

Você pode ler mais artigos semelhantes a Crianças hospitalizadas, na categoria Saúde no local.


Vídeo: Atenção a criança hospitalizada - Colégio Tec-X (Setembro 2021).