Valores

10 erros cometidos pelos pais no desenvolvimento da fala infantil


Os pais aguardam com ansiedade as primeiras palavras do bebê, um acontecimento que enche de entusiasmo e é retransmitido para toda a família com grande alegria. No balbucio do bebê, muitos pais já tentam encontrar um som familiar em que vislumbram uma palavra.

Os bebês aprenderão a falar durante os primeiros dois anos de vida. É nessa hora que os mais pequenos poderão identificar objetos e nomeá-los. Eles começarão a ganhar um vocabulário composto de palavras isoladas para, a partir dos 2 anos, formar frases curtas, fazer perguntas e progredir no desenvolvimento da linguagem.

No processo de desenvolvimento da linguagem, os pais desempenham um papel ativo e muito importante, tanto que erros cometidos pelos pais podem causar algum atraso na aquisição da fala ou maus hábitos nos filhos.

1- Se a criança pronunciar mal uma palavra, não repita. Corrija a criança para que ela adquira a pronúncia correta de cada palavra.

2. Não incorpore em seu vocabulário palavrões de seus filhos. Muitos pais acham carinhosa e divertida a maneira como seus filhos pronunciam certas palavras e as repetem, incorporando-as ao vocabulário. Por exemplo: "fificil" em vez de "difícil"

3- Experimente não abuse dos diminutivos. Mesmo que as crianças sejam pequenas, não tem que terminar tudo em "ito" ou "ita": o prato, o doce, o urso, um passinho, as roupas ...

4. Fale com a criança construindo as frases como você faz ao falar com adultos. Não há necessidade de falar evitando artigos ou preposições. É melhor dizer à criança: "Vamos dar um passeio" do que "Você quer passear, bebê?"

5. Ao conversar com seus filhos, procure ter uma conversa frontal, ou seja, que a criança veja seu rosto, para que aprenda com os movimentos da boca.

6. Não use palavras para substituir as corretas. Muitos pais inventam palavras que parecem infantis para certos objetos. De tal forma que a chupeta é a chupeta ou tete, ou a mamadeira é a bibi. Se você deseja que seus filhos adquiram o uso correto da linguagem, é essencial que você ensine pelo exemplo.

7. Deixe a criança terminar ao explicar algo. Muitas vezes as crianças gaguejam e demoram a encontrar as palavras certas para expressar algo. Os adultos, sempre com pressa, correm para terminar suas palavras ou interrompê-las. Você tem que deixar a criança falar e não condicioná-la.

[Leia +: As principais dúvidas dos pais sobre a linguagem dos filhos]

8. Incentive a criança a usar palavras e não gestos para explicar o que deseja. A linguagem de sinais é amplamente usada por crianças pequenas para atingir seus objetivos: eles apontam para objetos para um adulto se aproximar ou tocar sua boca para pedir água. Mesmo que você entenda o que a criança deseja, tente colocar em palavras.

9. Evite usar chupeta em criançass. Quando começam a falar e já falam as primeiras palavras, a chupeta é apenas um obstáculo que os impede de se explicar corretamente e, por extensão, de serem compreendidos.

10. Tem crianças que começam a falar muito cedo, outras mais tarde. Cada criança passa por um processo diferente, mas se após dois anos a criança não conseguir se comunicar ou se fazer entender com palavras isoladas ou frases de duas ou três palavras, consulte um fonoaudiólogo sobre um possível atraso na fala.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 10 erros cometidos pelos pais no desenvolvimento da fala infantil, na categoria Idioma - Fonoaudiologia presencial.


Vídeo: Atraso na fala, 8 formas de ajudar a criança em casa (Junho 2021).