Valores

O papel da Doula


A doula é uma mulher, geralmente mãe, que acompanha outra no processo de ser mãe, antes ou durante a gravidez, no parto e no pós-parto, bem como em situações difíceis como a perda do bebê esperado.
Além de mãe, a pedagoga Nuria Otero Tomera é doula e cofundadora e vice-presidente do Projeto Maternal, e vice-presidente do Raising with the Heart Association. Nesta entrevista em nosso site ela fala sobre como é feito o trabalho da doula.

Em que consiste o trabalho da doula?
O trabalho da doula é acompanhar, ficar ao lado da gestante. É fundamentalmente um apoio emocional (às vezes também físico), ficamos ao lado da mulher para dar apoio, para que ela não se sinta sozinha neste momento. As pessoas que nos acompanham a nível pessoal e familiar (amigos, companheiro, família) aconselham e frequentemente julgam as mulheres nas suas decisões. A doula acompanha sem aconselhar ou julgar, apenas apoiando a tomada de decisão consciente da mulher, dando-lhe informações, mas também apoio.

Quais os benefícios que a doula traz para a gestante, antes e depois do parto?
Estudos científicos têm demonstrado que o suporte emocional proporcionado pela doula se traduz em resultados muito importantes no desenvolvimento do parto. Os dados coletados no estudo Uma doula faz a diferença por Nugent, revelar que:

1. Durante o trabalho de parto e entrega:
- redução das taxas de cesariana em 50 por cento.
- redução da duração do trabalho em 25 por cento.
- redução de solicitações epidurais em 60 por cento.
- Redução de 30% no uso de analgesia.
- Redução de 40% no uso de fórceps.
2. Durante o período pós-parto, mulheres que tiveram o apoio de uma doula 6 semanas após o parto:
- mostrou menos ansiedade e depressão pós-parto.
- demonstrou maior confiança com o bebê.
- maior satisfação (71 por cento dos casos em comparação com 30 por cento dos casos estudados sem a presença de doula).
- maior probabilidade de uma amamentação bem-sucedida (52 vs 29 por cento).

Quais são os principais problemas enfrentados pelas gestantes hoje?
Enfrentamos vários problemas. Por um lado, um sistema médico que nos considera doentes, o que torna patológico um processo completamente normal. E é muito difícil não se deixar envolver pelo medo, quando os profissionais que cuidam de nós não confiam nos corpos das mulheres e dos bebês que estão por vir.

E o futuro pai, pode contar com o apoio e orientação da doula?
O pai costuma ter esse apoio por meio da mãe, embora seja verdade que muitos se interessam, pedem e pedem orientações diretas ou consultam sobre os problemas da mulher. Depende muito de cada casal e de como a relação se estrutura, bem como do nível de consciência sobre a importância dos processos que ambos possuem.

Como a doula é diferente da matrona?
Todo! Somos figuras diferentes. A parteira se encarrega de cuidar, assistir o parto normal, observar e verificar se o parto está ocorrendo normalmente e, se em algum momento houver dificuldade, saber como agir de acordo. Eles também informam e acompanham, obviamente, durante a gravidez e o pós-parto, durante a lactação. O papel da doula é outro. Não é nosso papel assistir ao parto, mas estar com a mãe e acompanhá-la, sem tomar decisões.

Que característica deve ter uma mulher para ser doula?
Querendo ser. Saber ser, mais do que saber fazer.

Quais são as dificuldades que a doula encontra em seu trabalho?
Atualmente, a maior dificuldade é a falta de conhecimento que existe sobre o nosso trabalho. Muitos nos confundem com parteiras ou pensam que por não haver habilitação oficial não há formação, o que não é verdade. Estudamos muito, aprendemos muito, mesmo que não seja pelos canais oficiais.


Nuria Otero Tomera
Blog - Ser Doulas
Doulas na Espanha

Você pode ler mais artigos semelhantes a O papel da Doula, na categoria Estágios da gravidez no local.


Vídeo: O Papel da Doula na Gravidez (Junho 2021).