Valores

O chilrear do ovo. Histórias para crianças


Uma história infantil que fala da curiosidade de uma criança e do carinho com que é tratada pelos avós. Mostra o quão simples e rico o nascimento de um pintinho pode representar para uma criança. E que no campo muitas coisas novas acontecem aos olhos dos mais pequenos.

A galinha de plumagem dourada levantou-se do esconderijo onde estava a pôr os ovos. Ele estava sob uma exuberante samambaia no jardim há dias. Enquanto procurava minhocas na terra, ele cantava como se estivesse feliz.

- Ca-ca-ca-ca-ca, ca-ca-ca-ca-ca ... Adrien apurou os ouvidos para ouvir o canto monótono da galinha. Isso era novo para ele.

- Vovó, o que é isso?

- É a galinha cantando.

- Eu quero ver.

- Vou mostrar de longe, porque pode picar.

- Por que?

- Porque ela foi jogada.

- Por que? Adrien continuou fazendo perguntas.

Vovó não sabia mais como satisfazer sua curiosidade. Ele o levou para o pátio. Assim que viu a galinha, quis se aproximar para pegá-la, mas ela arrepiou a plumagem e correu em sua direção, ameaçando.

Adrien se protegeu, assustado e choroso, nos braços da avó. Foi só um susto. Foi a primeira vez que passei alguns dias na fazenda da minha avó. Ele havia vivido quase quatro anos na cidade e as visitas ao campo foram breves.

Os dias no campo eram fascinantes para ele. O fato de sua avó fazer pedras de uma banana verde que ele colheu de um de seus arbustos o deixou fascinado. Sua mãe também fazia tostones, mas ela os tirou de um freezer.

Que sua avó abriu uma vagem e muitos grãos de feijão bóer caíram em suas mãos parecia uma história para ela. Sua mãe estava abrindo uma lata e lá estavam os mocassins. No campo, muitas coisas novas aconteceram aos olhos de Adrien.

No dia seguinte, a avó foi até a samambaia onde a galinha se escondia e viu com alegria algumas conchas espalhadas pelo ninho e alguns pintinhos ainda molhados e cegos.

Parecia um show para seu neto. Ele correu para a sala onde o menino estava pintando com seu avô.

- Venha, eu quero te mostrar uma coisa.

- O que?

- Vamos lá para ver os pintinhos que a galinha teve.

- E se doer?

- Não vou deixar te morder.

Adrien ficou pasmo, já havia três filhotes com a galinha que os caminhou orgulhosamente.

- Peep-peep-peep, diziam os filhotes, seguindo a mãe. De repente, a avó ouviu um gorjeio profundo dentro de um dos ovos que ainda restavam.

Ele o tomou com extremo cuidado. Enquanto a criança assistia extasiada, a avó estava quebrando a casca. Primeiro apareceu um pequeno bico, depois a cabeça, depois o resto do corpo pequeno e amarelo molhado.

Minutos depois, o filhote correu com a mãe e piou alegremente.

"Essa garota é minha", disse ele com confiança.

- Sim, meu amor, essa é sua garota.

- Eu quero pegar.

- Você não pode aguentar até que esteja grande.

- Por que? - Porque a galinha não quer ser apanhada.

- Por que? Antes que ela pudesse responder, a galinha se aproximou com seus lindos filhotes. Seus cantos distraíram Adrien, e a avó achou que as perguntas haviam acabado.

- Twit, twit, twit.

- Vovó, quem te ensinou a cantar?

FINALIZAR

Esta história foi enviada por Carmen Camacho Ilarraza (Dorado, Porto Rico)

Você pode ler mais artigos semelhantes a O chilrear do ovo. Histórias para crianças, na categoria Contos infantis no site.


Vídeo: Learning Colors Colorful Eggs on a Farm (Junho 2021).