Nutrição infantil

7 hábitos alimentares saudáveis ​​para crianças atléticas


o esportes criançasQuem pratica atividade física intensa no dia a dia ou várias vezes por semana, sejam treinos, jogos, aulas de dança ou ginástica rítmica, merece um capítulo à parte no que diz respeito à alimentação. Quais são esses 7 hábitos alimentares saudáveis ​​para crianças atléticas?

o hábitos alimentares de crianças atléticas incluem algumas variações em relação às de outras crianças da mesma idade e sexo que não realizam este tipo de esforço físico, principalmente porque, embora as necessidades calóricas basais não variem, aquelas relacionadas à intensidade da atividade variam fisica. A seguir, vamos detalhá-los.

1. Energia
É importante que sejam respeitados os padrões de alimentação (5 por dia) e que nos dias em que o esforço é maior e não da forma usual, a criança coma mais para ter energia suficiente.

2. Dieta balanceada em macronutrientes
Embora haja uma tendência para fazer isso, crianças de esportes não devem fazer dietas ricas em proteínas, pois seus rins podem sofrer as consequências. Porém, pode ser apropriado escolher uma refeição rica em carboidratos complexos, que garantem uma liberação gradual de energia, aumentando a capacidade de desempenho.

3. Fornecimento de micronutrientes essenciais para ossos e músculos
O cálcio, presente principalmente em laticínios ou vegetais de folhas verdes, auxilia na boa saúde dos ossos, ajudando a minimizar as chances de quebra. O ferro, presente na carne vermelha, desempenha um papel essencial na oxigenação das células, pois, por fazer parte da hemoglobina do sangue, transporta o oxigênio dos pulmões para todas as partes do corpo, inclusive os músculos, garantindo seu bom funcionamento. O ferro vegetal deve ser combinado com a vitamina C para aumentar sua absorção.

4. Respeite as digestões
Dependendo dos horários de maior esforço, é necessário estabelecer os horários das refeições da criança. Deve-se passar pelo menos algumas horas entre a ingestão e o exercício físico. Após a ingestão, o corpo alocará a maior parte de sua energia para realizar atividades digestivas e manter a temperatura corporal, o que pode diminuir o desempenho esportivo da criança ou até causar problemas mais sérios como calafrios, cãibras ou tonturas.

5. Garanta uma boa hidratação
A criança deve ter água acessível antes e durante a atividade física, pois, conforme aumenta o esforço, aumenta a transpiração (ou suor) e aumenta a perda de água, minerais e oligoelementos.

6. Reidratar
Os sucos ou frutas desempenham um papel muito importante na recuperação pós-esforço, pois fornecem todos os micronutrientes que se perderam com a sudorese e os açúcares simples, que supõem energia imediata.

7. Evite bebidas energéticas
Estas bebidas não são indicadas para crianças e, em vez disso, devem ser oferecidos sumos, leite ou apenas água e uma fruta.

O desporto ou a actividade física devem fazer parte dos hábitos de vida de todas as crianças, e porque não dizê-lo também, dos adultos, porque o estilo de vida sedentário não é recomendado para a saúde.

Faça um exercício Ajuda o bom desenvolvimento do aparelho locomotor e do aparelho cardiovascular, mantém o peso em níveis ideais, favorece a coordenação e o controle dos movimentos. Do ponto de vista psicológico, reduz a ansiedade, retarda os episódios de depressão, promove a autoconfiança e facilita a integração social.

Como deve ser esse exercício? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), crianças saudáveis ​​entre 5 e 17 anos de idade devem fazer pelo menos 60 minutos de atividade intensa ou moderada por dia e, em sua maioria, essa atividade deve ser aeróbica. E aqueles que ainda não fazem nada, começam pequenos.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 7 hábitos alimentares saudáveis ​​para crianças atléticas, na categoria Nutrição Infantil no Local.


Vídeo: Alimentação Saudável para Criança (Junho 2021).