Linguagem - Fonoaudiologia

Quando a criança de 3 anos não fala


A aquisição das primeiras palavras é um dos eventos mais relevantes no desenvolvimento da criança. Mas, E se a criança tiver 3 anos e ainda não falar? Em nosso site, veremos algumas das possíveis causas e soluções.

É importante que em cada uma das consultas periódicas com o pediatra, você exponha suas dúvidas e preocupações sobre a linguagem e a fala de seu filho. Ele saberá como orientá-lo sobre o que fazer.

Além disso, aqui estão alguns aspectos que podem indicar que seu filho tem atraso na área de linguagem.

- Seu filho não emite frases espontaneamente, apenas associadas a atos ou em imitação.

- Repita sons e palavras, mas não usa linguagem oral para se comunicar.

- Não usa linguagem oral para expressar suas necessidades.

- tem Dificuldade em seguir instruções simples.

- É difícil entender o que ele está dizendo.

Caso seu filho apresente algum desses aspectos, entre em contato com um especialista em idiomas para uma avaliação completa.

Existem diversos aspectos que podem causar alterações no desenvolvimento da linguagem infantil:

- Alterações do sistema orofacial, como frênulo lingual curto, que irão limitar a produção de certos fonemas.

- Deficiência auditiva. Isso faz com que a criança não receba feedback, podendo causar um atraso nessa área.

- Otite frequente.

- Pouca estimulação do meio ambiente.

- Antecipação ou indiferença às demandas da criança.

Para intervir nesta patologia, é necessário primeiro fazer uma avaliação minuciosa. Os aspectos a serem avaliados são os seguintes:

- Nível de compreensão.

- Capacidade de expressão espontânea.

- Uso da linguagem não verbal como substituto da linguagem verbal: gestos.

- Sua capacidade de articular os sons da fala.

- Capacidade de discriminação auditiva de fonemas.

- Avaliação abrangente dos órgãos da fala: língua, lábios, bochecha, palato ...

Feito isso, o fonoaudiólogo planejará a intervenção com foco nas necessidades de cada criança para tratá-la de maneira adequada.

O prognóstico é variável, dependendo de cada caso, embora geralmente seja favorável. Porém, é importante lembrar que são crianças que podem apresentar dificuldades de aprendizagem, principalmente relacionadas à área de leitura e escrita. Por ele, É importante intervir precocemente para evitar possíveis complicações posteriores.

Como em todas as patologias, o envolvimento da família é fundamental. Portanto, é importante que os pais participem ativamente do processo de tratamento da criança. Alguns aspectos importantes são os seguintes:

- Estimule o diálogo em situações da vida cotidiana.

- Atender as demandas da criança. Desta forma, você ficará motivado para continuar usando o idioma.

- Não antecipe o que a criança quer dizer. Deixe que ele se expresse de forma autônoma.

- Forneça à criança modelos de fala adequados.

- Use o jogo para estimular a linguagem da criança.

Se você suspeita que seu filho pode ter um atraso de linguagem, não hesite em entrar em contato com seu fonoaudiólogo mais próximo. Ele saberá o que fazer!

Você pode ler mais artigos semelhantes a Quando a criança de 3 anos não fala, na categoria Idioma - Fonoaudiologia presencial.


Vídeo: DICAS SOBRE ATRASO NA FALA (Junho 2021).