Medos

O medo da criança da ausência da mãe


Mamãe vai embora ... mas volta. Eu gostaria que pudéssemos poupar nossos filhos de todas as adversidades, as enfermidades, as dores, as feridas, as decepções ..., mas isso não é possível. Nem queremos que ele cresça em um mundo imaginário.

Então, por que não ensiná-los desde tenra idade a aceitar as frustrações e medos que eles encontram desde o nascimento? A presença da mãe e do pai não é contínua. Eles vêm e vão, aparecem e desaparecem. O que fazer para que os bebês se sintam confiantes de que a mãe e o pai estão indo embora, mas voltarão?

Na ausência da mãe, há o ursinho de pelúcia, uma peça musical ou o dedo que chupa ou a mão que acaricia a orelha: tudo aquilo que não é mãe, mas me lembra dela.

- Se a ausência durar muito, surge a sensação de vazio, a memória da mãe se apaga.

- Se a mãe não sumir por um tempinho, não há espaço para aprender a fazer algo criativo com sua ausência, inventar jogos, sons, gestos que representem minha mãe.

- É necessário que eu perca a mamãe um pouco para saber que depois a recuperarei. Bem, se eu nunca a perder: como vou saber se ela volta?

Todos nós que temos contato com crianças verificamos repetidamente o quão atraente é para elas (a partir dos 6 meses) brincar de "Cucu-tras", ou seja, cadê o bebê? ", Escondendo o rosto, e ouvi-la rir quando descobrirmos.

Por volta dos 9 meses, sua brincadeira favorita é jogar objetos para longe e pedir para ser trazido para mais perto. Maiores, conservam o prazer de brincar de esconde-esconde, em todas as suas versões.

Essas brincadeiras divertem muito as crianças, pois permitem que elas passem por aquela dose de angústia de não ver o rosto ou o objeto ou aquele que está escondido e gozem da alegria de recuperá-lo. São experiências que deixam uma lição: coisas, pessoas, saúde, choro, alegria, tristeza: vêm e vão, aparecem e desaparecem ... mas sempre haverá 'um ursinho de pelúcia' à mão.

Você pode ler mais artigos semelhantes a O medo da criança da ausência da mãe, na categoria de Medos no local.


Vídeo: Aula ao Vivo - Nutrição Materno-Infantil (Junho 2021).