Bebês

Desmame. Primeiros alimentos do bebê


O desmame representa o fim da amamentação e uma nova dor de cabeça para as mães pelas dúvidas que esse processo suscita e a introdução do uma nova dieta em alimentar o bebê.

o Organização Mundial de Saúde recomenda manter o aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida, a partir daí recomenda-se continuar amamentando até 2 anos, no mínimo, acompanhada de alimentos complementares.

Quando chegar a hora de desmamar o bebê, os especialistas em Instituto Nacional de Pediatria do México (INP) recomendam avaliar o estado de desenvolvimento e nutrição do bebê de acordo com seu sexo e idade, para conhecer suas necessidades nutricionais. Além disso, lembram que a amamentação ou a reposição do leite devem ser mantidas.

O INP informa que a nova dieta atende às necessidades nutricionais e energéticas do bebê, e que inclui produtos de origem natural, frescos e de consumo habitual na comunidade em que reside a família.

É muito importante levar em consideração que neste período podem surgir as chamadas alergias alimentares, por isso é recomendado na hora de introduzir um novo alimento que seja feito pela própria e observar as tolerância do bebê.

Segundo especialistas do INP, a quantidade, consistência e frequência dos alimentos complementares são três aspectos fundamentais na introdução de um nova dieta Nas crianças.

A quantidade inicial dos produtos deve ficar entre uma e duas colheres de sopa de frutas, vegetais e cereais no sexto e sétimo mês e para o carne e peixe o nono e o décimo. Essas quantidades irão aumentar gradualmente e no mês doze, um quarto de xícara por dia de cereais, frutas e vegetais e quatro colheres de sopa de carne, peixe, legumes e ovos são recomendados.

Em relação à frequência, do sexto ao oitavo mês, os especialistas aconselham dar a comida uma ou duas vezes por dia e de preferência pela manhã para incentivar o café da manhã. A partir do oitavo mês, a carne e o peixe são introduzidos e a alimentação também está sendo promovida. Além disso, é aconselhável manter a consistência dos purês e mingaus até os 12 meses, quando são introduzidos os alimentos picados ou picados.

Para que o processo de desmame não seja traumático para o bebê, recomenda-se o uso pequenos pratos e colheres apropriado para as mãos e boca da criança, alimente diretamente nos primeiros meses e ajude-a se precisar quando for mais velha.

Não force a alimentação e seja paciente é essencial para pais e filhos. Se a criança rejeitar um alimento, tente misturá-lo com outros sabores ou texturas. Evite temperos e especiarias nos primeiros meses e apresente os pratos de forma atraente.

Fontes consultadas:

  • Who
  • Instituto Nacional de Pediatria do México

Patricia garcia. Contribuidor do nosso site

Você pode ler mais artigos semelhantes a Desmame. Primeiros alimentos do bebê, na categoria Bebês no local.


Vídeo: INTRODUÇÃO ALIMENTAR DO BEBÊ. Como começar? (Junho 2021).