Conduta

As 6 chaves para seu filho aprender a perder como um vencedor


Quantas vezes vemos crianças que ficam com raiva se não brincam o que querem? E crianças que têm verdadeiras birras depois de perder um jogo? Certamente muitas vezes presenciamos essas situações ... Você tem um exemplo em casa disso? Costumamos dizer que são crianças com 'perdas ruins', crianças que não toleram bem a frustração, são muito competitivas e que ficam com raiva quando as coisas não acontecem do seu jeito, neste caso ganhando em um jogo.

É algo bastante comum e, na verdade, é algo que deve ser ensinado às crianças. Nós devemos tente ensinar as crianças a perder, que nada mais é do que fazer com que aprendam desde tenra idade a administrar e lidar com as emoções e favorecer o desenvolvimento de habilidades para enfrentar situações difíceis ou frustrantes.

As crianças que não sabem perder são geralmente pequenas que eles ficam com raiva quando não têm o sucesso esperado, eles têm reações exageradas (eles choram ou têm acessos de raiva, por exemplo), eles desistem do jogo ('bem, eu não jogo mais!' é a frase típica que costumam dizer), eles culpam os outros pelo seu 'fracasso' (outros trapaceiam para que eles percam), e às vezes eles podem evitar completamente o jogo apenas no caso de perderem.

Costumamos identificar a criança que não sabe perder com a criança competitiva, egocêntrica, que sempre quer ser a melhor, mas nem sempre é assim. Crianças com baixa autoestima, que tendem a pensar que são "ruins" em alguns jogos, ou que tudo dá errado, também terão dificuldades para enfrentar a derrota.

Por isso é importante ensine os pequenos a administrar e aceitar a frustração e as emoções que surgem quando perdem. Eles precisam aprender a não culpar a si próprios, mas não aos outros. Devemos ensinar a eles que ganhar e perder são as duas faces da mesma moeda, assim, se eu jogar, posso ganhar ou perder.

As crianças precisam aprender a perder e, como pais ou professores, devemos ser os únicos a guiá-las. Abaixo, coletamos algumas dicas.

1. Deixe a criança ficar frustrada de vez em quando
A primeira coisa é permitir que os filhos tenham experiências que não sejam inteiramente agradáveis, ou seja, não lhes dar tudo o que eles pedem, nem evitar situações frustrantes. Se você nunca enfrentar o 'não', como saberá como lidar com ele quando ele aparecer? Isso se aplica a todas as áreas da vida de uma criança, não apenas para brincar.

2. Limite a birra do perdedor
Deixe claro para a criança que é normal se sentir um pouco mal, triste ou com raiva ao perder, mas você não pode dar rédea solta à raiva. Se a reação da criança for excessiva e, por exemplo, ela tiver um acesso de raiva, ela será temporariamente afastada do jogo, por exemplo.

3. Ensine pelo exemplo
Os pais geralmente não dão o exemplo. No parque somos todos palavras boas, 'o importante é participar', 'nada acontece se perdermos', 'temos que nos divertir', e muitas palavras cheias de boas intenções. Mas o que acontece quando meu time de futebol perde? O mesmo não é mais tão importante participar e só importa ganhar, né?

4. Da mesma forma que ensinamos como perder, devemos ensinar como ganhar
Não podemos permitir que quando a criança vence, ela comemora zombando do perdedor. Saber perder é tão importante quanto vencer com espírito esportivo. Por isso, se a criança que ganha faz graça, é preciso corrigir esse comportamento (como se a criança que perde faz birra).

5. Eduque em valores
Companheirismo, trabalho em equipe, jogo limpo e respeito pelos outros são essenciais para que as crianças saibam jogar e se divertir com o jogo.

6. Alegre-se quando você ganha, mas também quando você perde
Sim, alegre-se quando perder. Ou seja, não dando importância ao resultado senão ao quão bem ele jogou.

É importante mostrar às crianças que é importante aprender com a derrota para melhorar. Se eu analisar porque perdi, posso melhorar no futuro. Eles também devem aprender com a derrota para se conhecerem melhor e saber quais são seus pontos fortes e fracos.

Às vezes acontece que perdemos porque jogamos algo em que não somos particularmente bons (nem todos somos grandes jogadores de basquete ou somos máquinas com videogames ou grandes estrategistas), então aprender como somos nos ajudará a melhorar e melhorar a nós mesmos, mas também para conhecer nossas habilidades.

Você pode ler mais artigos semelhantes a As 6 chaves para seu filho aprender a perder como um vencedor, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: 5 passos para melhorar sua vida financeira. Criação de Riqueza. Paulo Vieira (Junho 2021).